Notícias

CHAMADA PARA DOSSIÊ: Judaísmos, Cristianismos Antigos e o Ensino da História

2022-11-22

Há aproximadamente duas décadas, os professores André Leonardo Chevitarese (UFRJ) e Gabrielle Cornelli (UnB) foram pioneiros em fomentar pesquisas históricas acerca dos judaísmos e cristianismos antigos em universidades públicas brasileiras, as quais impactaram significativamente a produção historiográfica nacional. Reflexos de tais estudos são perceptíveis em diversas publicações acadêmicas, tais como monografias, dissertações, teses, artigos acadêmicos, além de produções midiáticas nas quais historiadores apresentam ao público em geral perspectivas historiográficas sobre as experiências religiosas dos cristianismos e judaísmos antigos e suas recepções na contemporaneidade, o que denota o fortalecimento e consolidação deste tema no campo da História. Apesar de tais iniciativas, o conteúdo segue limitado ao ambiente acadêmico, uma vez que diversos historiadores têm constatado o “abismo”, no âmbito da educação básica, entre as narrativas históricas escolares presentes em materiais didáticos e propostas curriculares e a pesquisa histórica, isto é, a produção do conhecimento histórico acadêmico. Diante disso, o presente dossiê pretende ampliar o debate e apresentar caminhos para o ensino de História dos judaísmos e cristianismos antigos com a finalidade de divulgar estudos recentes sobre a temática e contribuir para o aprimoramento da história ensinada.

Organização:

Dra. Juliana Cavalcanti (UNISIGNORELLI/MN-LHER-UFRJ)

Dr. José Petrúcio de Farias Júnior (UFPI-Picos)

Submissões até dia 15 de abril de 2023 pelo site Submissões - Trilhas da História

Saiba mais sobre CHAMADA PARA DOSSIÊ: Judaísmos, Cristianismos Antigos e o Ensino da História

Edição Atual

v. 11 n. 22 (2022): DITADURAS: REVISITANDO O CASO BRASILEIRO

O dossiê “Ditaduras: revisitando o caso brasileiro” possui como finalidade compreender leituras atuais da Ditadura Civil Militar que possam reportar para debates em torno da experiência do tempo. Nesse caso, voltamos atenção para abordagens quanto a: ética, estética, memória e ensino que possam ser discutidos por uma base historiográfica que se envolva na ambiência da justiça, verdade, disputas pela memória, militância, aprendizado histórico, desaparecimento, gênero, mídias, redes sociais e questões étnico-raciais. Essa abrangência possui por ambição lidar com novas abordagens da relação história/memória que consigam compreender essa temática sob continuidades e rupturas. Considerando o cenário brasileiro atual, a relação entre a esfera pública política e a sociedade civil parecem viver um momento ímpar, sob especificação de conteúdos que carecem de processos compreensivos sob diálogos hermenêuticos. Por esse motivo, este dossiê faz o convite para que possam contribuir com suas pesquisas considerando as especificações acima.

Organizadores:
Aruanã Antonio dos Passos (UTFPR)

Eduardo Gusmão de Quadros (PUC-GO; UEG)

Rodrigo Tavares Godoi (UNIR).

Publicado: 2022-08-22

Dossiê

Ver Todas as Edições

A Revista foi pensada e elaborada com o objetivo de promover o debate acadêmico, tendo o propósito de enriquecer as pesquisas em andamento, tal como agregar produções de outros lugares, instituições e sujeitos. Com esse objetivo, esperamos alcançar, além de professores da universidade e da rede pública e privada de ensino, alunos graduandos de nosso curso e de outras universidades, tendo por intuito incentivar novas pesquisas e a busca por conhecimentos produzidos pela História e áreas afins. Se a proposta é interdisciplinar, disciplinas como a Filosofia, Geografia, Ciências Sociais, Antropologia, Arqueologia, entre outras, encontrarão espaço para veicular as suas produções, desde que concernentes aos temas sugeridos pela Revista. A Revista se constitui de Dossiês; Artigos livres; Ensaios de Graduação; Resenhas e Fontes. 

ALTERAÇÕES NAS NORMAS DA REVISTA

Os textos submetidos a partir do dia 3 de agosto de 2018 deverão obedecer às novas normas da Revista. Leia mais no link "notícias".