Notícias

CHAMADA PARA DOSSIÊ: HISTÓRIA SOCIAL DO PARAGUAI

2021-02-11

 CHAMADA PARA DOSSIÊ: HISTÓRIA SOCIAL DO PARAGUAIRevista Trilhas da História, Número 21.

Há cem anos, Moisés Bertoni criticava a ausência de uma história popular na historiografia paraguaia e, por conseguinte, de ensino nas escolas. O trabalho de grande parte dos historiadores paraguaios pouco fez para escapar à lógica de uma história das elites. A academia é dominada por essa interpretação.A história social, como a entendemos, propõe uma visão diferente. Nas palavras de George Rudé, “uma história vista de baixo”. Essa história tenta reconstruir a participação de atores que foram sistematicamente entendidos como sujeitos passivos e sem consciência, quando não apagados diretamente.Respondendo a esta definição, o Centro de Investigaciones de Historia Social del Paraguay (CIHSP) convida pesquisadores/as da Região a enviarem contribuição ao dossiê "História Social do Paraguai", abrangendo os períodos colonial e independente. Os temas podem ser: escravidão, miscigenação, povos indígenas, trabalho, mulher ou gênero, fronteiras, história local, movimentos sociais, revoluções e rebeliões.O objetivo do CIHSP, sediado em Assunção, é produzir e divulgar a história social do Paraguai, distanciando-se dos temas recorrentes na historiografia paraguaia, como os grandes heróis (história biográfica) e as guerras (história da guerra).Organizadores deste dossiê: Dr. Jorge García Riart, presidente do CIHSP; Dr. Carlos Peris, secretário do CIHSP; Lic. Vicente Arrúa, membro do fundador CIHSP e Dr. Vitor Wagner Neto de Oliveira, membro do CIHSP e docente da UFMS.

Submissões até 31 de agosto de 2021 (pelo site https://trilhasdahistoria.ufms.br )

A partir do número 21 a Revista Trilhas da História aceitará artigos em português ou espanhol.

Previsão de publicação: dezembro de 2021

E-mail CIHSP: cihsocpy@gmail.com

 

Saiba mais sobre CHAMADA PARA DOSSIÊ: HISTÓRIA SOCIAL DO PARAGUAI

Edição Atual

v. 10 n. 19 (2020): Relações étnicas - Racismo, Educação e Sociedade

A proposta deste dossiê nasce como resultado do Simpósio Multidisciplinar de Relações Étnicas, realizado em novembro de 2019, com o mesmo tema, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas. Na ocasião do evento, organizado por docentes e discentes dos cursos de História, Geografia e Pedagogia, professores e professoras, assim como discentes, de variadas áreas do conhecimento, debateram os temas que tocam a Educação das Relações Étnico-Raciais nas suas múltiplas faces e experiências, em mesas, simpósios, oficinas e minicursos. Alcançamos, na época, o bonito objetivo de construir um espaço pluralmente atravessado por olhares decoloniais, narrativas indígenas, vozes negras de homens e mulheres, de estéticas diversas, em ações potentes e resistentes na denúncia das várias formas de opressão que marcam a nossa sociedade, mas ainda de (re)existências a demarcar a educação como instrumento de luta, vivida/produzida pela ação humana no tempo. Agora, compreendemos que o dossiê alimenta o anseio de manter vivo este espaço, germinado naquele momento histórico, por meio da publicação de textos que se preocupem em abordar as relações étnico-raciais como objetos de pesquisas. O dossiê pretende publicar artigos de palestrantes e participantes do evento, a serem submetidos nas normas da revista até o dia 30 de outubro de 2020, mas também de pesquisadores e pesquisadoras que contribuam com seus olhares críticos no fortalecimento da produção acadêmica das humanidades,  engajadas no enfrentamento aos muitos racismos, como problemáticas escolares, científicas e, de modo inescapável, históricas, políticas e sociais.

Publicado: 2020-12-21

Apresentação

Dossiê

Revista Completa

Ver Todas as Edições

A Revista foi pensada e elaborada com o objetivo de promover o debate acadêmico, tendo o propósito de enriquecer as pesquisas em andamento, tal como agregar produções de outros lugares, instituições e sujeitos. Com esse objetivo, esperamos alcançar, além de professores da universidade e da rede pública e privada de ensino, alunos graduandos de nosso curso e de outras universidades, tendo por intuito incentivar novas pesquisas e a busca por conhecimentos produzidos pela História e áreas afins. Se a proposta é interdisciplinar, disciplinas como a Filosofia, Geografia, Ciências Sociais, Antropologia, Arqueologia, entre outras, encontrarão espaço para veicular as suas produções, desde que concernentes aos temas sugeridos pela Revista. A Revista se constitui de Dossiês; Artigos livres; Ensaios de Graduação; Resenhas e Fontes. 

ALTERAÇÕES NAS NORMAS DA REVISTA

Os textos submetidos a partir do dia 3 de agosto de 2018 deverão obedecer às novas normas da Revista. Leia mais no link "notícias".